Como fazer a manutenção de travesseiros para ter mais saúde e bem-estar

0
214

Os travesseiros são peças fundamentais para garantir o conforto do nosso sono, bem como uma boa qualidade de vida. Porém, muitas pessoas ainda ficam em dúvida em relação à forma correta fazer a manutenção desse item tão importante para nosso bem-estar. Pensando nisso, vamos te mostrar tudo o que você precisa saber sobre os cuidados que você deve ter com seu travesseiro. 

O prazo de validade do travesseiro

Do mesmo modo que outros produtos, o travesseiro também possui um prazo de validade. Com o tempo de sua utilização, é muito comum que ele acabe acumulando uma grande quantidade de umidade, gordura, suor e outras secreções naturais. Além disso, outros fatores que podem influenciar com o passar dos anos são os restos de produtos cosméticos, perfumes, tinturas e maquiagem que acabam ficando no nosso companheiro de sono. 

Todo esse material mencionado faz com que o objeto se torne um verdadeiro proliferador de ácaros e outros microrganismos não muito amigáveis para o convívio. Os ácaros podem causar conjuntivite, eczema, sensação de peito fechado durante o sono, bem como espirros, coceira nas mãos ou no rosto e asma. 

Para aqueles que possuem alergia, deixar que substâncias se acumulem na superfície do travesseiro pode não ser uma boa ideia. Desse modo, é importante ter cuidado com o prazo de validade dele e trocá-lo, se possível, a cada dois anos. 

Mesmo que o travesseiro tenha uma proteção, depois de certo tempo de utilização ele pode apresentar uma grande quantidade de detritos e células internas. Por conta disso, essa proteção pode ser reduzida e afetar diretamente a saúde de quem o utiliza.

Cuidados para manter seu travesseiro

Muito embora a troca se faça necessária, para garantir que o período com o travesseiro seja suficientemente bom, é preciso fazer sua manutenção da maneira correta. É importante que ele seja mantido sob luz indireta, protegido por uma fronha e sem que haja contato direto com o sol.

A elevação de temperatura aumenta a quantidade de ácaros, causando transtornos para o usuário, principalmente caso ele já tenha propensão às alergias. O processo de oxidação da superfície e a proliferação de microrganismos também podem trazer problemas para a sua saúde.

É importante que o travesseiro seja higienizado, pelo menos, a cada seis meses e, caso pretenda lavá-lo, é imprescindível se certificar de maneira antecipada sobre sua espuma ser lavável ou não. Caso possa lavar a espuma, garanta que a secagem seja completa.

Como lavar o travesseiro

Para garantir que a manutenção do seu travesseiro seja um sucesso, primeiro você deve conferir na etiqueta se o travesseiro pode ser lavado na máquina ou se possui outra orientação. Em seguida, enrole a peça e prenda as pontas e o meio com elásticos para evitar que o recheio fique em um único lugar. Use sabão líquido no lugar do sabão em pó para que o produto não fique acumulado.

Por fim, deixe que a peça enxágue e a coloque na secadora, caso possua uma, para garantir que não ficará nenhum resquício de produtos ou água, evitando o acúmulo de substância indesejadas. Quando estiver seco, coloque a fronha também limpa e deixei-o em um ambiente arejado recebendo luz indireta. 

Com um travesseiro limpinho e adequado para uso, suas noites de sono serão muito melhores e, consequentemente, seu bem-estar no dia a dia. 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here