Ortorexia: consumir apenas alimentos saudáveis pode virar uma obsessão

0
130

De 0 a 10, quanto você se importa com a sua dieta? Por mais que seja importante se preocupar com a própria saúde, ser extremo em sua rotina pode ser prejudicial. Um exemplo disso é uma obsessão chamada ortorexia, que causa uma série de problemas, incluindo transtornos mentais, e afeta sua relação com as pessoas com quem convive. 

Essa obsessão com o consumo exclusivo de alimentos saudáveis tem sido cada vez mais comum. Por isso, é importante saber tudo sobre ela para identificar seus sintomas e saber como agir para tratá-la. 

Como a ortorexia se desenvolve

Ortorexia é um termo que começou a ser usado em 1996 pelo médico norte-americano Steven Bratman. Geralmente, o problema começa como uma tentativa simples de ser o mais saudável possível a partir de uma seletividade maior na hora de comer. Ela avança à medida que a preocupação com a qualidade e a pureza da comida fica mais frequente. 

Os motivos para a obsessão com o consumo de alimentos saudáveis pode ser causado por diferentes motivos. Um deles é o medo excessivo de riscos provocados por determinados alimentos. Outros fatores são: desejo de ter controle total, vontade de emagrecer e busca de espiritualidade e identidade por meio de comida. 

É comum as pessoas que possuem esse problema se sentirem inferiores por não estarem se alimentando 100% de forma saudável. Além disso, elas se cobram demais e podem até se punir por eventuais recaídas. Há ainda o risco de alguém com baixa autoestima associá-la à pureza da sua dieta, o que não é benéfico. 

Quem sofre de transtornos como ansiedade e Transtorno Obsessivo-compulsivo (TOC) e também desenvolve ortorexia pode acabar ressaltando ainda mais os sintomas dessas doenças. 

Como identificar a ortorexia

Para saber se você desenvolveu a obsessão por só comer alimentos saudáveis, o ideal é consultar um médico, que te ajudará com o diagnóstico correto. Porém, há algumas perguntas que você pode fazer a si mesmo para ligar o sinal de alerta. Caso a maioria das respostas seja “sim”, é possível que a sua preocupação com o consumo saudável de comida esteja passando dos limites. Confira abaixo algumas delas:

  • Você evita os seguintes alimentos: com conservantes, cores e sabores artificiais; não-orgânicos; com muita gordura, sal e açúcar; produtos animais ou derivados do leite; com ingredientes considerados prejudiciais à saúde?
  • Sente que tem o controle da própria dieta apenas quando come alimentos saudáveis?
  • Você fica mal e se culpa quando não consegue comer alimentos saudáveis?
  • Só compra alimentos após checar todos os componentes nas embalagens?
  • Você costuma se incomodar com o modo de preparo dos alimentos que ingere, incluindo a lavagem da comida e a esterilização dos utensílios usados?
  • Essa preocupação tem gerado transtornos no seu dia a dia?

Riscos da ortorexia

Quando não tratada, a ortorexia pode levar a diversos problemas de saúde, incluindo alguns comuns a outros transtornos alimentares, como a anorexia. Por exemplo: é possível ficar mal nutrido, afetando o funcionamento do corpo todo. Em função disso, há o risco de desenvolver deficiências nutritivas e problemas como doenças cardíacas, disfunções endocrinológicas e osteoporose. 

Os danos psicológicos podem ser graves. Além de aumentar os sintomas de doenças que você já tem, existe a chance de desenvolver outros transtornos obsessivos e até entrar em um estado de depressão. 

Como tratar a ortorexia

O primeiro passo para melhorar é admitir que você tem um problema sério e procurar pelo auxílio de um profissional. Além de nutricionistas, psicólogos devem acompanhar o seu tratamento, já que não adianta mudar os hábitos alimentares se você continuar se martirizando e não alterar a forma como pensa. 

Caso perceba que um conhecido possa ter essa obsessão, dê o seu apoio e incentive a busca por um médico. Além disso, evite julgar as escolhas da pessoa. Lembre que qualquer um pode se tratar e voltar a se preocupar com o consumo saudável de forma moderada, sem prejudicar sua rotina e garantindo uma alimentação Wellness.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here