Descubra se correr todo dia faz mal para a saúde

0
71

Entre as atividades físicas mais comuns, está a corrida, que pode ser realizada em diversos ambientes, especialmente ao ar livre. É uma opção flexível, visto que permite a adaptação dos horários de exercícios à sua rotina, sem grandes dificuldades. Você sabe já ficou na dúvida se correr todo dia faz mal à saúde?

É importante lembrar que devemos iniciar a corrida de forma lenta, com caminhadas diárias. Após certo tempo de adaptação, você pode começar a acelerar os passos e, em seguida, iniciar a corrida. 

O hábito de correr melhora o condicionamento físico e o humor. Os resultados podem ser observados a curto prazo e servem como incentivo para que você se mantenha determinado a continuar praticando exercícios. 

Além disso, a corrida é uma atividade que exige bastante do nosso corpo. Por isso, é normal que apareçam dúvidas, principalmente se você está começando. Pensando nisso, nós vamos te ajudar, mas antes, que tal conhecer os principais benefícios de correr regularmente?

  • Ajuda no controle do peso;
  • Melhora o humor;
  • Auxilia na redução da pressão arterial;
  • Melhora o funcionamento cardíaco;
  • Aumenta a autoestima;
  • Contribui para o controle do nível de colesterol ruim (LDL);
  • Fortalece e melhora a densidade dos ossos;
  • Estimula a memória;
  • Reduz sintomas de estresse, depressão e ansiedade;
  • Melhora a qualidade do sono;
  • Aumenta a disposição;
  • Melhora a capacidade de concentração;
  • Aumenta a massa muscular.

É indicado correr todos os dias?

Para que a corrida tenha efeitos benéficos ao seu corpo, é preciso entender como ele reage ao exercício. Além disso, é indispensável saber com que frequência você deve correr para não se sobrecarregar e acabar gerando malefícios para a sua saúde. 

Cuidado! Treinar mais não é sinônimo de melhores resultados, independentemente do tipo de exercício físico. Caso seja praticado de forma negligente e com exageros, o ato de correr diariamente pode trazer inúmeros riscos, além de resultar na queda de rendimento e interferir na eficiência dos treinos.

Exercitar os mesmos músculos e tecidos de forma constante pode gerar acúmulo de estresse para seu corpo e prejudicar os tecidos. Isso ocorre devido à intensidade da carga aplicada repetitivamente, o que pode resultar em diversas fraturas e lesões nos músculos, tendões e ligamentos. Também há o risco de provocar dores e inflamações, principalmente em regiões como coxa e perna. 

Esteja atento aos sinais de sobrecarga e saiba quando parar ou diminuir o ritmo. Caso sinta dores persistentes, inchaços, dificuldades para se mover, entre outros sintomas, dê uma desacelerada ou até mesmo pare de correr por alguns dias, de modo que os músculos doloridos possam se recuperar plenamente. Para isso, o descanso é indispensável!

Qual é a frequência ideal para correr?

Correr de 3 a 5 dias por semana é o suficiente, fazendo isso de forma alternada. É claro que isso depende do seu condicionamento físico e objetivo. Com relação ao tempo, o ideal é correr de 30 a 45 minutos, com aquecimento e resfriamento. Nos dias em que não correr, você pode fazer outras atividades, como musculação.  

Se você já corre ou quer começar a correr, não deixe de consultar um médico cardiologista para realizar os exames necessários. Além disso, é indicado ter a consultoria de um profissional de educação física para receber as orientações adequadas, a fim de praticar a atividade da forma correta, respeitando seus limites e necessidades. 

Para saber mais informações sobre esse e outros conteúdos voltados para o bem-estar, saúde, gastronomia, comportamento e outros temas relacionados, é só continuar acompanhando o blog da Wellness Choices.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here