Dicas para substituir tênis de corrida

0
335

Como estão os calçados que você usa para correr? Caso eles já estejam gastos, talvez esteja na hora de substituir seu tênis de corrida. Mais do que estilo, usar um modelo novo vai garantir uma rotina de exercícios Wellness mais benéfica à sua saúde. 

Adquirir o produto adequado para os seus pés é fundamental para isso. Ao escolher tênis de corrida que não são apropriados para esse tipo de atividade interfere na sua performance, podendo até causar lesões. 

Quando substituir tênis de corrida

Não há um tempo exato para usar tênis de corrida, já que cada produto é fabricado de um jeito diferente, contendo propriedades que duram mais ou menos dependendo da pessoa. Há inúmeros fatores que interferem na durabilidade, incluindo a intensidade de movimentos e a falta de absorção de impacto. 

É natural que a maciez do amortecedor diminua com o passar do tempo. Você pode identificar se chegou a hora de procurar outro par checando se a sola está gasta, se há algum furo no cabeçal ou se não tem mais o conforto que tinha ao realizar os mesmos exercícios de antes. 

Qual é o tipo da sua pisada?

A maneira como você pisa varia conforme as características anatômicas de cada pessoa. É o caso do formato do pé e do joelho, além da flexibilidade nas articulações. Claro que as pisadas diferem entre os indivíduos, mas o consenso é que há três tipos:

1. Pisada neutra

Esta forma de pisar no chão ou em outra superfície impulsiona os passos com a toda a parte frontal do pé. Esse impulso se inicia na parte externa do calcanhar, com o pé rotacionando levemente para dentro. A partir disso, ocorre o contato com o solo do lado externo do calcanhar, seguido de uma rotação moderada para dentro. O passo é finalizado no centro da planta do pé. 

Quem tem este tipo de pisada se beneficia de uma movimentação ótima para mais eficiência na absorção de impacto. Pés considerados neutros tendem a sofrer menos lesões, mas isso não impede que você se machuque devido ao desgaste de calçados de corrida. As pessoas com pisada neutra costumam ter menos restrições ao comprar um tênis para exercícios, pois um modelo com amortecimento leve é o bastante para realizar as corridas sem prejudicar a saúde. 

2. Pisada pronada 

Se você é um pronador, seu pé começa pisadas tocando a parte externa do calcanhar no solo. Neste momento, uma pequena rotação no tornozelo transfere o resto do contato para a parte interna do pé. Isso proporciona impulso somente com a região dos dedões. 

Pé Chato é como pronadores são conhecidos, devido à curvatura quase inexistente no arco dos pés. Uma forma de identificar se você tem pisada pronada é conferindo os pontos de desgaste na sola do seu calçado. Caso a parte externa do calcanhar e a parte interna do resto da sola sejam desgastados antes, sua pisada pode ser pronada. 

Tênis de corrida com propriedades voltadas para o conforto na hora de exercícios físicos podem ser muito úteis para pronadores. Entretanto, existem produtos com tecnologias desenvolvidas para melhorar o desconforto provocado por esse tipo de pisada. Uma delas é o Motion Control, que proporciona um controle maior dos seus movimentos. Além disso, há calçados voltados para gerar mais estabilidade e suporte, sem deixar o conforto de lado. 

3. Pisada supinada 

Quem “pisa para fora” tem uma pisada supinada. Ela ocorre quando o suporte da borda lateral do pé promove uma mudança de rotação e de postura dos membros inferiores. O arco da planta do pé de supinadores é muito acentuado, o que faz o apoio da região lateral ser para o lado de fora do antepé quando acontece o contato com o solo.  

Torções no tornozelo, tendinites na panturrilha e retração do tecido da planta do pé são alguns dos problemas comuns em quem tem “pé cavo”. Na hora de trocar o tênis de corrida, pessoas com essas características podem usar calçados para pisadas neutras ou focadas em pisadas supinadas. 

Um exemplo de sistema de suporte disponível em tênis assim é o Torsion System, que possibilita a movimentação independente da parte frontal e traseira dos pés. Ele ainda oferece mais estabilidade e permite que você se adapte a vários tipos de superfície. 

Consulte um fisioterapeuta ou um ortopedista para identificar sua pisada com precisão. Depois, é só escolher um modelo de tênis para você ter uma rotina de corrida ainda mais Wellness. 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here