Drips: suplementação intravenosa é a tendência Wellness do momento

0
167

Os drip bars, ou bares de infusão, já estão no radar de quem acompanha celebridades como Kim Kardashian e Gwyneth Paltrow. Essa é uma tendência Wellness forte para 2020 e, depois de se popularizar em países como Estados Unidos, Espanha, Itália, Austrália e Inglaterra, a prática já está ganhando adeptos no Brasil.

Vantagens da suplementação intravenosa

A chamada soroterapia oferece soros reforçados com vitaminas, minerais e analgésicos para quem não tem medo de agulha. As aplicações são procuradas por amenizarem problemas como desidratação, estresse, baixa imunidade, ansiedade, falta de energia, insônia, oscilações de humor, cólicas e problemas de pele.

Injetar vitaminas, minerais e aminoácidos diretamente na corrente sanguínea evita perdas no processo digestivo. Ao contrário da absorção via oral, a suplementação intravenosa gera resultados rápidos, conforme a pessoa, o tipo de combinação e o problema tratado. Para alguns pacientes, em um mês de sessões semanais já dá para perceber melhorias.

Conforto e praticidade na aplicação de drips

Através de uma agulha, os pacientes recebem as vitaminas e os minerais diretamente em sua corrente sanguínea. Em geral, a suplementação intravenosa acontece em lugares bastante confortáveis, para deixar a experiência ainda mais agradável. Você pode, por exemplo, assistir à programação da Netflix e tomar um chá enquanto recebe o soro na veia.

As clínicas no exterior que fazem as aplicações têm um visual que se assemelha a butiques e são abertas ao público. Para fazer a infusão, basta preencher um questionário e selecionar o coquetel desejado.

Cada local oferece combinações prontas e uma equipe de enfermagem pode auxiliar os pacientes a escolherem. E quem prefere fazer as infusões em casa tem a opção de agendar a realização do procedimento sem precisar ir até o local.

Cuidados com drips

A preocupação com práticas Wellness tem aumentado a busca por esta técnica, que existe há mais de 40 anos. Porém, antes de recorrer à infusão intravenosa para aliviar sintomas, é fundamental ter alguns cuidados.

Se você está grávida, possui alta pressão sanguínea ou não está com diabetes sob controle, então essa terapia não é recomendada. Além disso, pessoas com doenças renais não devem recorrer à soroterapia, pois seus corpos apresentam mais dificuldade para remover rapidamente do corpo alguns minerais. Para quem tem essas condições, o acúmulo de potássio pode levar a uma parada cardíaca, por exemplo.

Ainda que vitaminas e minerais sejam bons para o corpo, o excesso pode gerar problemas de saúde. Por isso, é importante conhecer bem o local onde você fará as aplicações, para não receber substâncias em excesso. Além disso, como a inserção intravenosa cria um caminho direto para a corrente sanguínea, existe a possibilidade de infecção, já que o mecanismo de defesa da pele contra bactérias pode ficar vulnerável.

A administração intravenosa deve ser feita por profissionais qualificados, inclusive para definir a composição mais adequada para cada pessoa. Não faça o procedimento com quem não for enfermeiro ou técnico de enfermagem.

Como é no Brasil

Diferentemente de como ocorre em outros países, no Brasil a supervisão médica é exigida por lei. Em São Paulo e em outras cidades brasileiros onde se oferece essa prática, é comum a exigência do preenchimento de um questionário detalhado e a medição da pressão. Isso ajuda a verificar o estado de cada paciente antes do procedimento, evitando problemas decorrente de riscos maiores que os benefícios oferecidos.

Combinações que você vai encontrar

  • Aminoácidos: infusões de leucina, HMB, lisina e L-carnitina reforçam a imunidade, ajudam na perda de peso e potencializam o aumento da massa muscular.
  • Antioxidantes: para evitar danos às células e ter mais energia, é possível aplicar infusões combinando vitamina C, resveratrol e glutationa.
  • Minerais: ao suprir a deficiência de zinco, magnésio e selênio, você pode melhorar o seu humor e ter uma imunidade mais elevada.
  • Vitaminas do complexo B: a aplicação de B1, B2, B12 e PQQ ajuda a combater radicais livres e melhora a energia.

Que tal experimentar a suplementação intravenosa para ter ainda mais saúde e bem-estar? Entre em contato se tiver alguma dúvida.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here