Exercícios para a alma: 5 hábitos indispensáveis para manter a saúde física e mental

1
283

Não precisa ser nenhuma especialista para perceber que, atualmente, vivemos um caos mundial na saúde. E quando nos referimos à saúde, não se trata apenas da física, mas, principalmente, da mental.

Em uma rápida busca no Google é possível ver que a depressão é definida como doença do século, enquanto outras enfermidades retornam às manchetes e tantas outras “novas” doenças ganham destaque. Como a síndrome de Burnout, caracterizada por um estado de esgotamento físico e mental ligado diretamente à atividade profissional.

Em um mundo que exige cada vez mais de cada um de nós, como manter a saúde em dia?

Você é seu principal recurso

A resposta para essa pergunta está diretamente atrelada ao estilo de vida individual. A chave é: quanto do seu tempo você dedica para você mesmo?

Nós sabemos que é difícil arranjar um tempinho para si em meio à rotina caótica, a demanda exaustiva de trabalho e às cobranças sociais. Mas reflita conosco: se você não cuidar de você, quem vai cuidar?

Não existe fórmula mágica e o cordão umbilical já foi cortado há muito tempo. Pense que se você “falhar” consigo mesmo, nada mais será importante e seus objetivos de vida ficarão cada vez mais distantes.

Pensando nisso, listamos alguns meios viáveis para que possamos alcançar o tão sonhado equilíbrio a fim de manter nossa saúde física e mental em dia.

Porque, você sabe, nosso corpo reflete nossa mente e vice-versa. Essa conexão é tão forte que muitos médicos reforçam o laço de que todas as doenças apresentam um viés psicossomático. Em outras palavras: a causa pode ser emocional.

Em busca do equilíbrio

Mas como atingir o equilíbrio entre corpo e mente para, realmente, ter uma vida mais saudável? Como já falamos, não existe fórmula mágica.

A solução mais apropriada é incorporar, na sua rotina, alguns hábitos diários, a serem implementados em diversos momentos do dia, que irão impactar diretamente na sua qualidade de vida!

1.   Levante-se da cadeira!

Você trabalha grudado na tela do computador? Tente levantar da cadeira mais vezes durante o dia! Entre uma demanda e outra, levante-se para esticar as pernas. Inclua na sua rotina de escritório um momento de alongamento, seus braços, pernas, pescoço e mãos agradecerão!

Quando ficamos sentados por muito tempo nosso metabolismo se altera. Isso tem influência em fatores como colesterol e pressão arterial que são indicadores de doenças cardiovasculares, obesidade e outros problemas crônicos.

A Sociedade Americana de Câncer reforça que não é apenas a falta de atividade física que encurta a vida, mas também a imensa quantidade de tempo que passamos sentados!

2.   Mexa-se!

E por falar em atividade física, não é possível buscar uma vida saudável sendo um sedentário inveterado. Não estamos dizendo para você entrar agora numa academia, essa não é a única opção.

Tente incorporar caminhadas na sua rotina. Ir ou voltar andando do trabalho, dependo da distância, já é uma atitude e tanto! Caminhadas reduzem a pressão arterial, aumentam o nível de oxigenação no cérebro e não exigem tanto das articulações.

Um estudo estadunidense, publicado na revista Neuroscience, afirmou que os exercícios fazem com que o corpo produza uma substância que promove o nascimento de novos neurônios. Isso quer dizer que praticar atividades físicas também melhora nossa capacidade cognitiva, principalmente, a memória!

3.   Atente-se à postura!

Além de levantar e se mexer é preciso estar consciente de que sua postura tem tudo a ver com sua qualidade de vida. Acontece que a postura tem impacto muito particular no funcionamento do nosso corpo.

Assim como uma postura errada pode ocasionar dor nas costas e doenças como lordose e escoliose, a postura correta libera endorfina, trazendo a sensação de serenidade e autoconfiança. Isto é, sua postura está diretamente ligada ao seu emocional.

A postura correta é ereta, com ombros para trás e cabeça erguida. Quando sentados, o peso do corpo deve recair sobre a zona inferior da pélvis.

4.   Alimente-se melhor!

A bem verdade é que pouco adianta querer mudar de hábitos e promover uma qualidade de vida melhor se você continua se alimentado mal. Por alimentar-se mal entende-se consumir alimentos com gorduras saturadas, açúcares e sódio, além de não ter horários certos para comer.

Seu corpo é uma máquina, a melhor já criada, e precisa ter uma rotina de cuidados para funcionar bem. Mas não precisa se assustar: é muito fácil incluir um cardápio mais saudável no seu dia a dia. O que você come reflete no seu corpo e tem influência direta na sua resistência e longevidade.

Tente incluir oleaginosas nas suas refeições (castanhas, amêndoas, pistache, nozes e avelãs), elas reduzem, por exemplo, cerca de 30% dos problemas cardíacos. Em contrapartida, fast-food em excesso é gatilho para doenças como hipertensão, infartos e até mesmo derrames.

5.   Durma bem!

Por fim, dormir bem é a chave para ter um bom dia. Além de ser o segredo para a longevidade. Se você seguir as dicas anteriores, uma boa noite de sono será consequência dos seus hábitos! Segundo os pesquisadores da American Academy of Sleep o ideal diário são 7 horas e meia de sono para recarregar as energias e descansar o corpo. A má qualidade do sono está diretamente ligada a prejuízos relacionados à saúde.

1 COMMENT

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here