O que você precisa saber sobre vitaminas na gestação

0
139

A gestação é um dos períodos mais esperados na vida de inúmeras mulheres. Mas, para que a gravidez seja saudável, é importante que essas mães reforcem as suas vitaminas durante o período. Esses complementos são fundamentais para o desenvolvimento do bebê e a saúde da mamãe. 

Como ainda há muitas dúvidas sobre o consumo de vitaminas na gestação, vamos apresentar algumas vitaminas para gestantes, além de comentar sobre o uso de suplementos nesse período. Acompanhe! 

Gestação e vitaminas: combinação que faz bem

Para que tenhamos uma vida saudável, é necessária a ingestão de vitaminas. Além de regular o funcionamento do organismo, essa prática, junto a uma alimentação saudável – e outros hábitos que vão além de alimentos –, auxilia na manutenção de uma saúde estável.

O período da gestação, no entanto, requer ainda mais atenção ao consumo de vitaminas. Nesse momento da vida, a mãe está alimentando e cuidando não somente de seu corpo, mas também de um bebê, que está crescendo dentro dela. Por isso, é essencial entender quais são os cuidados fundamentais.  

Suplementos indispensáveis

Os suplementos são ótimos aliados para as futuras mães. Além de reforçarem vitaminas do corpo, eles ajudam a equilibrar a saúde da mulher, de maneira que também beneficia a saúde do bebê. Contudo, é importante ressaltar que somente um médico pode indicar esses suplementos e que o uso sem recomendação de profissionais pode gerar problemas.  

Quais são as principais vitaminas que gestantes podem consumir em forma de suplemento? Confira abaixo: 

1. Ferro

Uma das vitaminas mais importantes durante uma gestação é o ferro. Nesse período, o fluxo de sangue aumenta em todo o corpo e faz com que o organismo gere uma quantidade maior de hemoglobinas. Assim, o nível de oxigênio precisa ser maior para suportar todo esse acréscimo.

Mas, como fazer isso? Simples. O ferro é uma das vitaminas que complementam a hemoglobina e que ajuda no desenvolvimento saudável dessas células. Dessa maneira, o bebê que está em desenvolvimento tem menos chances de sofrer com algum problema de desenvolvimento.

A ingestão de ferro precisa de acompanhamento de um médico especialista. O uso excessivo, por exemplo, pode causar problemas. Por isso, nunca deixe de procurar orientação médica confiável. 

2. Vitamina B6

Prioritariamente encontrada em alimentos, a vitamina B6 é um complemento presente principalmente em alimentos de origem animal, como carnes, leite e ovos. Também é possível encontrá-la em itens de origem vegetal, como batata, abacate, nozes, entre outros. 

A vitamina B6 é extremamente importante para o desenvolvimento do sistema nervoso do bebê, além de complementar positivamente a saúde da mãe. Portanto, o consumo dessa vitamina precisa ser frequente, a partir de um acompanhamento médico adequado.

3. Metilfolato e metilcobalamina

O metilfolato e a metilcobalamina são indicados tanto para quem já está grávida quanto para quem ainda está no processo de concepção. O metilfolato é uma forma ativa do ácido fólico, sendo parte do complexo vitamínico B, que ajuda no desenvolvimento do sistema nervoso do feto e contribui para a melhora da fertilidade. 

4. Vitamina D

A vitamina D é elemento essencial para o imunidade materno-fetal. A deficiência dessa vitamina pode causar problemas como diabetes gestacional, pré-eclâmpsia e parto prematuro, sendo fundamental para o crescimento saudável da placenta. 

5. Magnésio

Cansaço e azia são comuns na gravidez. Mas, com a ingestão de magnésio, esses problemas podem ser diminuídos. Além disso, esse nutriente melhora a circulação e previne eclâmpsia e pré-eclâmpsia. 

6. Lugol 

Lugol 5% ou iodo kelp é uma solução concentrada de iodeto de potássio. Este suplemento desempenha um papel essencial no bom desenvolvimento cognitivo do feto e na amamentação. 

7. Probióticos

Probióticos são alimentos com micro-organismos vivos que, quando ingeridos, trazem benefícios à saúde. Alguns exemplos são: kefir, kombucha, entre outras opções manipuladas. Quando consumidos durante a gravidez, eles melhoram a imunidade e o trato intestinal, além de reduzir as chances de problemas como diabetes gestacional e obesidade. 

8. Ômega 3

Presente em alimentos como salmão, atum, sardinha, entre outros, o Ômega 3 também é encontrado em cápsulas e a sua ingestão diária pode melhorar a capacidade cognitiva e intelectual do feto, assim como a imunidade. 

Nossas recomendações vão te ajudar a manter a sua saúde e de seu bebê em dia durante toda a gestação. Siga todas as instruções do médico responsável por você neste período, para garantir o consumo correto de vitaminas conforme a sua necessidade e na quantidade correta.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here